22 de junho de 2010

Estamos ficando velhos para jogar RPG? ou o RPG esta virando coisa de velhos?

Lendo um post no lote do betão e os comentários senti a necessidade de externar minha opinião sobre como fazer o mercado de RPG crescer e o que não dá pra fazer pelo RPG.

A tônica da discussão foi a percepção de que o mercado de RPG esta envelhecendo. Sim, pelo menos o mercado consumidor de RPG esta envelhecendo. Eu estou envelhecendo, e sempre fui consumidora de revistas e livros especializados em RPG de diversos sistemas. Se ainda não acredita em mim dê uma verificada na Internet. Olhe os sites e blogs especializados, quase a totalidade são tocados por pessoas na faixa dos vinte e muitos aos trinta a tals. Os melhores site e blogs têm a frente pessoas que já saíram da faculdade...O público que costuma frequentar e contribuir com esses blogs também já saiu da faculdade ou esta por fazê-lo.

Onde estão os infantes nessa batalha pelo RPG? Somos todos homens e mulheres de bem. A muito tempo ninguém me chama de garota...o mais frequente agora é ser chamada de "tiazinha" quando vou a locais e eventos onde predomina a molecada adolescente. Vixe, passo muito vexame na sala do cursinho de inglês...(sim, ainda não sai das aulinhas de inglês, não ria)

É muito estranho uma tiazinha convencer uns moleques que jogar RPG é diferente de jogar "RPG no computador". O negócio é esperar minha filha ficar maior ou jogar com os velhos amigos (desculpe o trocadilho).

Mas mesmo assim eu vou aos encontros ditos de RPG, apesar de que esses eventos aqui onde moro não são mais voltados para RPG, só vejo gente usando roupa de personagem de desenho japonês ou jogando vídeo game. Mesa de jogo mesmo só 2 ou 3 e olhe lá...

Mesmo assim eu compro livros de RPG...Até hoje espero reembolso da minha assinatura de Dragão Brasil (a finada revista foi descontinuada e nem me mandaram um emailzinho, depois de anos e anos comprando a bendita) - isso também mostra que estou velha, afinal essa revista não existe mais a tempos...os moleques nunca ouviram falar de tal dinossauro.

Mesmo assim eu tento convencer alguém conhecido que RPG NÃO É satanismo, não é esquizofrenia coletiva, não é escapismo, não é infantilidade, brincadeira de criança, ETC ETC

Mesmo com esse moderado esforço eu fui incapaz de construir um grupo novo (na idade também) para jogar RPG. Só jogo com os mesmos camaradas a uns 4 ou 5 anos. E veja bem, jogar, jogar mesmo já faz mais de ano que não rola.

Então o que fazer para fomentar RPG? Como trazer novos jogadores para o nosso Hobby? Como ajudar o RPG a sair da marginalidade? das sombras?  Sinceramente...eu já desisti de toda essa baboseira, eu leio os blogs, compro um ou dois livros por ano, jogo com os camaradas pelo Wave e aguardo ansiosa minha filha crescer...

Quem tiver idéias interessantes de como popularizar o RPG que as coloque em prática! Estou na torcida

Um comentário:

  1. nossa, nao conhecia seu blog, muito bacana. achei pelos comentarios no blog do corvus.

    pois é, como popularizar o jogo. é algo dificil, visto q os jovens de hoje nao sao como os de ontem. os guris de 15 anos de hoje nao querem saber (na maioria), de ler, de criar. Alias, eles criam e leem - na tela do computador. Enfim, os tempos sao outros, mas olha so: eu pego meus alunos e convido para um jogo "Old School" (tipo uma partida de D&D da grow), ou algo investigativo como Call of Cthulhu. Enfim, ainda cabe a nós, o negócio é ver quem vc quer convidar e o quanto esforço vc pode fazer. (Viu q a DEVIR lançou o GURPS 4ed? sei q vc gosta, talvez isso motive mais o pessoal a jogar ^^) abraço!

    ResponderExcluir

A CULPADA

Minha foto

Sou Ellayne Medeiros da Silva, Engenheira Eletricista formada na Universidade Federal de Campina Grande, especialista em planejamento pela Universidade Federal do Amazonas

Postagens Populares